Notícias

media • 13 set 2021
Mestrado em Gestão de Empresas da Iscte Business School regressa ao ranking do Financial Times

O Iscte volta a fazer parte da lista de melhores mestrados do mundo do Financial Times e entra diretamente para o pódio nacional, graças ao 86º. lugar conquistado. Os resultados do Financial Times são mais uma evidência do compromisso da Iscte Business School com os estudantes e com aquelas que são as necessidades das empresas e organizações”, afirma Maria João Cortinhal, diretora da Iscte Business School.

O mestrado em Gestão de Empresas da Iscte Business School – IBS volta a estar no ranking da Financial Times – um dos mais importantes rankings internacionais de escolas de gestão – e alcança a 86º. posição entre os melhores do mundo, segundo a lista hoje divulgada. Com este resultado, a Iscte Business School entra no pódio nacional acompanhada pela Universidade Nova de Lisboa e pela Universidade Católica. Segue-se a Universidade do Porto a fechar a representação portuguesa no ranking depois de conquistar o 98º. lugar.

 

“Os resultados do Financial Times são mais uma evidência do compromisso da Iscte Business School com os estudantes e com aquelas que são as necessidades das empresas e organizações. Através da produção e partilha de conhecimento, criamos quadros extremamente qualificados que se irão tornar ativos importantes no mercado de trabalho”, afirma Maria João Cortinhal, diretora da Iscte Business School. “Iremos continuar a trabalhar para posicionar a Iscte Business School como uma escola de referência na área de gestão”.

 

A IBS destacou-se pelo “aumento percentual do salário” dos seus antigos estudantes, com um crescimento de 86% desde o primeiro vencimento após a conclusão do curso: é o melhor resultado português neste indicador e o 7º. lugar a nível global. A escola de gestão do Iscte conseguiu ainda o 13º. lugar geral no “progresso da carreira”.

 

A alta percentagem de mulheres no corpo docente (48%) e a satisfação dos antigos estudantes com o curso (8.76 em 10) foram outros dos critérios em que a Iscte Business School conquistou os melhores resultados nacionais.

 

A University of St Gallen (Suíça), a HEC Paris (França), a University College Dublin: Smurfit (Irlanda), a London Business School (Reino Unido) e a Rotterdam School of Management (Países Baixos) são as cinco universidades melhor posicionadas no ranking.

 

Esta é a sua segunda presença da IBS nos rankings do Financial Times 2021, depois de em junho ter conquistado o 51º lugar na lista dos melhores mestrados em Finanças de todo o mundo.

 

O Ranking Masters in Management 2021 do Financial Times avalia e ordena os 100 melhores mestrados em gestão através de três áreas: progresso na carreira dos ex-alunos, a diversidade da instituição e a experiência internacional e investigação.

 

 

About Financial Times Rankings. O Financial Times Rankings é um comité de rankings internacional para escolas de gestão de topo mundiais que avalia programas e escolas e lista os melhores programas de gestão disponíveis. São publicados anualmente 7 rankings, relacionados com MBA, EMBA, Mestrados em Finanças, Mestrados em Gestão e MBA’s Online, e ainda programas executivos não conferentes de grau. Existe também um ranking, publicado no final de cada ano, com uma classificação das escolas de gestão europeias de topo. As tabelas interativas de rankings proporcionadas pelo Financial Times Rankings permitem a pesquisa por escola, ordenada por critérios de seleção e localização. Os programas são avaliados por uma multiplicidade de critérios, incluindo salário médio após a graduação, período de retorno do investimento e a última classificação. Para mais informação consulte http://rankings.ft.com.